©  by IFAP. All rights reserved.

Por Johny Mange

 

7.º Argumento

“Quando, porém, vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” (Lc 18.8) — este texto prova que não haverá chance de salvação após o Arrebatamento da Igreja, uma vez que na Grande Tribulação ninguém terá fé para salvar-se?

 

A INTERPRETAÇÃO ERRADA: Lucas 18.8 nega cabalmente a salvação depois do Arrebatamento, visto que, após a subida da Igreja, a fé será extinta (desaparecida, dissolvida, acabada) completamente e não será mais achada; portanto, não há como uma única alma salvar-se sem possuir a fé, pois a salvação é dada por meio da fé (Ef 2.8).

 

CORRIGINDO A INTERPRETAÇÃO ERRADA: Nem por sombras a passagem de Lucas 18.8 tem a ver com salvação na Grande Tribulação. Levar o nome de “profeta de Deus nesta terra” e forçar esse texto bíblico para negar a salvação no período tribulacional, é próprio de um líder estúpido, teimoso, ignorante e breve de inteligência! Jamais essa é a atitude de um profeta, que se ufana falar em nome de Deus. O Senhor jamais vai contra a Sua Palavra (Tt 1.2). Tanto assim que, conquanto difícil (Ap 12.12,17; 13.4,7,10), na Grande Tribulação as pessoas terão fé (Ap 13.10; 14.12) e serão salvas (Ap 7.9-14; 15.2; 20.4; Jl 2.32). Contra fatos não há argumentos!...

A palavra fé aparece em torno de 247 vezes na Palavra de Deus. Em hebraico, “fé” é “emunah” e possui o significado de “fidelidade, firmeza, estabilidade”. Já, em grego, “fé” é “pistis”, e siginifica “convicção, confiança, crença”. Deve ser levado em conta o contexto de cada passagem em que aparece a palavra fé, pois ela possui vários sentidos na Bíblia Sagrada. Eis os exemplos de cada sentido do vocábulo “fé:

           1) Fé natural — leva a pessoa a crer em qualquer coisa avaliada à luz da razão;

         2) Fé salvadora — é por meio desta que o homem arrepende-se e passa a crer no sacrifício de Cristo a fito de obter a salvação (Ef 2.8,9; Rm 10.9,10);

        3) O dom da fé — é a “fé miraculosa”, a “fé especial”, isto é, a capacidade sobrenatural de confiar no Altíssimo para realização de obras impossíveis (1Co 12.9; Jo 11.40);

         4) Fé como “Fruto do Espírito” (traduzido em algumas traduções como “fidelidade”) — é a manifestação do Espírito Santo na natureza do ser humano, outorgando-lhe a fé necessária a fim de ser fiel a Jesus Cristo (Gl 5.22);

          5) Fé significando corpo de doutrinas bíblicas (Gl 1.23; Jd v.3; 2Co 13.5). 

         Em se tratando de Lucas 18.8, a “fé da qual falou o Senhor não é aquela usada em benefício próprio. Antes, implica confiança, fidedignidade, fidelidade e lealdade, nesses tempos que antecedem o Arrebatamento.³º Ter fé implica possuir fidelidade e confiança inabaláveis em Deus, haja o que houver (Hb 11.1; Fp 4.10-13). Esta virtude faz o cristão ter a certeza de que pertence ao Senhor, ainda que venha sofrer e morrer (Rm 8.38,39; At 14.22).³¹

       Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra? (Lc 18.8). Esse texto é uma amostra de como a humanidade estará nos dias que antecedem o Arrebatamento, ou seja, tão infiel aos preceitos do Todo-Poderoso e sem fé na Obra de salvação efetuada por Cristo.

        Esse tempo chegou, e está sendo cumpridos nos dias atuais; por isso, a são doutrina é desprezada (2Tm 4.1-4). Para muitas pessoas, a verdade objetiva é substituída por emoções e experiências subjetivas. Para outras, o intelectualismo e o ceticismo têm legitimado o que parece ser um aperfeiçoamento e um progresso razoável da Igreja nos últimos dias; pelo contrário, na verdade, é um ledo engano!

        Aqueles que realmente conhecem o Senhor e dão atenção a tais advertências não se entregam ao espírito dos últimos dias.³²

 

Voltar à Página Anterior

 

Bibliografia

 

³º VINE, W. E.; UNGER, M. F.; WHITE JR., W. Dicionário Vine. Rio de Janeiro: CPAD, 2002, p. 648.

 

³¹ Teologia Sistemática Pentecostal, p. 495.

 

³² HUNT, D. Contagem Regressiva para a Volta de Jesus: Acontecimentos atuais que preparam o palco do maior evento futuro. Porto Alegre: Actual, 2009, p. 11.

Os Santos da Tribulação